GOVERNANÇA

A ideia da governança no Terceiro Setor é dividir exatamente todas as funções desempenhadas para que cada gestor da organização passe a entender qual a sua responsabilidade diante do Conselho de Administração e, até mesmo, com o seus stakeholders – que podem ser os doadores, o Governo ou a sociedade. A governança ainda pode envolver algumas tarefas que são fundamentais no terceiro setor como a transparência, a prestação de contas e outros.

PRESIDENTE
PATRÍCIA MOREIRA PENNA RAMOS

1ª VICE PRESIDENTE
DORIENE MARIA MARQUES PRATA MESIANO

2ª VICE PRESIDENTE
MARIA LUIZA DE SÁ EARP DE SOUZA MARINHO

1ª SECRETÁRIA
ANE MEIRE GARCIA ROCHA

1ª TESOUREIRA
MARIA RITA VIEIRA DE MELLO

2ª TESOUREIRA
ELIZABETH LUIZA FERREIRA TAYAR

SUPLENTES
MÁRCIA BARRETO PARREIRAS
MARIA AMÉLIA NASCIMENTO MARTINS

CONSELHO FISCAL                     MARIA RITA VIEIRA DE MELLO

                                            JOÃO MÁRIO DA SILVA PEREIRA SOBRINHO

                                                       PEDRO VEIGA FERRAZ PEREIRA

CONSELHO FISCAL SUPLENTES         DENISE ARAÚJO CÂMARA

Terceiro Setor

Entenda a governança no Terceiro Setor como um conjunto de ações que devem ser realizadas com o intuito de possibilitar e refletir sobre as funções sociais a serem desempenhadas por cada instituição. Essa governança irá trabalhar com o objetivo de priorizar funções que são de fato cruciais nesse setor, como é o caso da prestação de serviços essenciais na área que atua, além de oferecer um ambiente de empreendedorismo social que expressa crenças e valores.

“A minha alma se enche de alegria ao abraçar crianças em risco social nos seus primeiros mil dias semeando um futuro digno e cheio de esperança.”

Maria Luiza de Sá Earp Marinho - Presidente

Parceiros da Obra do Berço